Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

Uma frase sábia, dita não sei bem por quem.A verdade é que temos medo da mudança, todos, não pensem que são só alguns. A verdade é que nós mudamos, aos poucos, numa ínfima parte bem escondida dos olhos curiosos ou de comentários melindrosos e sempre desejando que ninguém note.

Não mudar é seguro, pensamos até quando sofremos que se não nos mexermos talvez não doa tanto, e mudar para quê? Qualquer problema ou dor é familiar, é conhecida e quem é que sabe o que está por trás da cortina?

A questão é quando se tem medo de mudar para algo que se conhece, afinal o que mete mais medo? Mudar? Ou voltar?

Neste momento acho que me recuso a voltar para coisas que sei o começo, o meio e infelizmente o fim.

Apenas se deve ter plena consciência de que tudo depende de nós e não inventar razões, ou ganhar remorsos do que se faz, pois o que se faz é com plena consciência e apenas tentamos esconder o que à partida já se sabe, acho que isso se chama intuição ou se fossemos animais, instinto.Gostava que a vida fosse como nas histórias... e quem não gostaria... Onde um dia pudesses entrar num avião e ir conhecer meio mundo, onde a vontade e a valentia reina nos nossos corações e tudo pode acontecer.

É a falha humana...

Eu penso e penso, volto a pensar mas o que está na minha cabeça não sai e é como quando tento desenhar(ok eu sei que há pessoas que sabem desenhar, mas eu não sou uma delas) e imagino na minha cabeça o que quero desenhar, mas na mão não sai ou sai torto ou nada parecido, eu ja me contentava com torto mas pelos vistos....

O QUE SEI É QUE DÁ TRABALHO, a vida dá trabalho, o amor dá trabalho, tudo exige esforço e dedicação e é essa a nossa enorme falha como humanos, tudo o que dá trabalho tarde ou cedo se descarta, como uma árvore no Outono que vai perdendo as suas folhas e no fim é inverno, está frio e está despida.O que quero é primavera e verão, a unica coisa que quero de frio é mesmo um belo e doce gelado, quanto ao despida pois... só mesmo na praia

 

 


sinto-me
música oh oh yea yea
tags: , ,

publicado por sashablog às 15:03 | link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De InConsciente a 24 de Janeiro de 2008 às 15:43
A mudança provoca ansiedade, medo, esperança... Mexe com a nossa massa cinzenta. Tomar opções, crescer, ufff!
Mudar para algo novo - medo do desconhecido. Em pessoas loucas como eu provoca pesadelos e o uso em demasia do pensamento.
Mudar para algo passado, já vivido - medo dos fantasmas que ficaram.
Somos complexos decididamente. E agora com isto tudo tenho os neurónios aos pulos, enquanto conspiram fazer uma greve na tentativa de acabar com os meus pensamentos, ou pelo menos, na pior das hipóteses, reduzir o horário que eles ocupam a utilizar a massa cinzenta. Nem a dormir os pensamentos me abandonam. Mas isto sou eu que sou louca.
Beijos fofusca


De gajomailindo a 28 de Janeiro de 2008 às 08:00
Credo!
E o gozo no trabalho?
Gozar o trabalho, trabalhar com gozo... Também andam por aí!
Mudemos sem descartar nada!

:D


De complicadinha a 27 de Março de 2008 às 23:56
Sabes escrever bem, não será isso um dom?!
Acho que consegues passar para o papel muitas mensagens, muitos sentimentos e estados de alma.
Bjs


De sashablog a 1 de Abril de 2008 às 00:10
Gostava eu que fosse um dom, talvez seja o começo de algo ... bom. :) vou pensar bem no assunto, obrigado e bjs


Comentar post

Só mais alguns...
mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Brisa Fresca

Umbigos de metro e oitent...

News from algarve

Coisas de Natal

Tatto

Que desnaturada...

I'm Back (great news)

O meu lugar ao sol

Sem Férias

O visitante do 3º andar

arquivos

Maio 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

tags

80's

a

alien sono

amor

anos

aprende

arte

axim

bebe

boxe

cala-te

campanha

carpe diem

casamentos

cegonha de paris

chupa-me

criança

de

desesperadas

dois

dotado

é a millllllliii

emoção

falhas

feliz

gelo

gordo

jane oli

jovial

lê o papelinho

mafarrica

maldição

moni

muda

multí coloré

nada

nariz vermelho

news

old

on carvon

papelinho

peixe

quim

revolta das chicas

rugas

rules

sardines

saudade

tatto

to be

toca

toni

tres

um

vamos dançar

velho

vida

wop

world press photo

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds